Análise – Heroes of the Storm

heroes-of-the-storm-blizzcon-trailers-pn-n

Depois de ter desperdiçado meses irrecuperáveis de vida da jogar League of Legends e a destruir amizades graças a tal, Heroes of the Storm era um daqueles jogos que queria evitar a todo o custo.

No entanto a Blizzard fez força, tive direito à Alpha, depois à Beta e agora tive de analisar a versão final, a qual foi lançada de forma gratuita, ou com um pack para iniciados nas lojas.

heroes-of-the-storm-analise-review-pn-n_00050

Mas afinal, Heroes of the Storm é apenas mais um LoL? É bom por mérito próprio? Fazia falta mais um destes jogos?

Para começar, o apelo é muito forte. Afinal, estamos a falar de um jogo que reúne num só Diablo, Warcraft e Starcraft (com alguns extras pelo caminho). Isso permite que sejam aglutinados heróis de vários universos, resultando em combates épicos de Lich King contra Diablo, James Raynor contra Thrall, ou até Queen of Blades contra Jaina. É verdade que existem alguns menos conhecidos pelo caminho, mas os fãs da Blizzard vão ficar nas nuvens.

heroes-of-the-storm-analise-review-pn-n_00013

Sendo um MOBA, já sabem com o que podem contar. Combates com uma vista aérea, onde matam minions e inimigos da equipa adversária para evoluir e ficar mais forte. Pelo caminho existem objectivos no mapa ou aliados que podem fazer para ajudar em combate.

O tutorial inicial é bastante prático e ajuda a explicar bem o que se passa no jogo e como devem proceder normalmente. As indicações são simples, e ajuda que o humor seja uma constante por estas bandas.

heroes-of-the-storm-analise-review-pn-n_00023

Porém, a grande diferença que notei para com LoL, são as mecânicas base. Aqui, não só ganham experiência por equipa, como não existe Gold ou items para comprar na loja. Isto muda completamente a estratégia do jogo. Não existem aliados gananciosos que roubam mortes, ou uma personagem que tenha de se sacrificar para dar mais mortes a outra da equipa. Aqui, todos lutam como um todo e são recompensados de forma geral, evoluindo uma barra de experiência comum. É muito bem visto e altamente recompensador.

Ao evoluir, certos níveis permitem escolher entre algumas habilidades activas e passivas que dão uma maior profundidade a cada Hero. Devem escolher entre melhorar o ataque ou dar mais força a uma habilidade? Isto faz com que a escolha seja maior e também mais imprevisível para os adversários.

A velocidade do jogo (sim é tão rápido que até podem andar em montadas para chegar mais depressa ao objectivo), é tão rápida que a existência de uma loja só ia complicar o processo, como tal, não existe Gold e tudo o que evoluem são a equipa e habilidades com a experiência. Ideal para pessoas como eu que sempre foram maus a farmar pelos last hits.

Apesar de outros Mobas mudarem pouco onde podem combate, Heroes of the Storm tem vários cenários com objectivos semelhantes, que influenciam o desenrolar da partilha sem grandes diferenças entre si (normalmente é apenas cosmético). De qualquer forma, é bom ver a quantidade de variedade usada.

heroes-of-the-storm-analise-review-pn-n_00025

 

Quanto a modos de jogo, permite jogar sozinho ou com amigos em jogos rápidos, rankings normais ou por equipas. Existem modos extra de treino e afins típicos, além da muito necessária loja, afinal, alguém tem de pagar pelo jogo não é?

O aspecto de Heroes of the Storm não é algo por aí além. Mesmo com as definições no máximo não vai além de um World of Warcraft com gráficos em High/Ultra, por isso podem imaginar com tudo no mínimo. Quanto a música e vozes, está tudo no sítio e com selo de qualidade da Blizzard.

heroes-of-the-storm-analise-review-pn-n_00002

Para começar, Heroes of the Storm é um jogo gratuito, e só por aí já é injusto estar a dizer que devia ser ou tinha de ser X ou Y, de qualquer forma, o resultado final é bem melhor do que tinha jogado tanto na Beta como na Alpha. O jogo é divertido, corre bem e puxa muito mais pelo jogo em equipa do que veteranos funções que só querem as Kills.

Precisávamos de mais um MOBA? Nem por isso. Heroes of the Storm é válido no mercado actual? Acho que sim, é um dos melhores do género e um dos mais divertidos e imediatos, com toda a profundidade necessária para agradar a pessoas que não se dão assim tão bem com MOBAs, como veteranos do género.

heroes-of-the-storm-analise-review-pn-n_00011

Existe muito mais para falar de Heroes of the Storm, mas como uma análise não é um manual de instruções mas sim uma opinião, então eu sugiro que o descarreguem e joguem. Não vão ficar desapontados.

Positivo:

  • Simples mas com profundidadepn-recomendado-ana
  • Personagens icónicas
  • Vários universos bem aproveitados
  • Evolução em equipa
  • Velocidade das partidas
  • Podem usar mounts

Negativo:

  • Missões extra podem ser confusas
  • Alguns Heroes parecem desequilibrados
  • Sistema de evolução não é pratico no calor da acção

pn-muitobom-ana

Daniel Silvestre

Fã de jogos, filmes, anime e coisas do género. Jogo desde que me lembro e adoro RPG. Tenho uma grande colecção deles que tenciono acabar. Talvez um dia no lar da 3ª idade.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebook

Share

You may also like...