Análise – Forza Motorsport 7

A Turn 10 Studios tornou-se com o tempo num dos estúdios mais importantes da história da Xbox. Desde a estreia nada tímida com o primeiro Forza Motorsport na Xbox original que a série catapultou o estúdio para o estrelato ao ponto de competir com séries como Gran Turismo. Agora chega mais um capítulo que irá saciar a sede dos fãs.

Forza Motorsport 7 é o jogo em questão que adiciona uma experiência automobílistica fantástica e que já é apanágio nesta série, juntamente com mais de 700 veículos e inúmeras configurações de pista para competirmos. Mas será que este novo jogo irá oferece aquilo que promete?

O reportório de veículos em Forza Motorsport 7 é muito forte, não só em número como também em variedade. A quantidade de carros consegue abranger as várias décadas da história do automóvel e até a variedade dos mesmos é de louvar. Desde muscle cars a jipes, até a alguns clássicos da Formula 1 que também abrangem quase toda a história da competição. O coleccionismo também irá tornar-se uma forte vertente neste jogo e a vontade de ter “aquele” carro e usá-lo “naquela” competição será bastante forte.

De notar também a maneira como cada um destes carros se comporta em pista, cada tipo de carro tem o seu comportamento em pista e até pode não ser o carro mais potente de sempre, mas a Turn10 Studios consegue adicionar sempre um nível de realismo que nos dá uma grande “pica”, seja fazer as curvas com o carro chiar pelo asfalto, os solavancos que dá, etc. A maneira como gerimos as assistências no jogo irão ajudar a esse mesmo aspecto, e desde os últimos anos que não existe grande diferença nesse sentido, coloquem assistências e os veículos tornam-se mais fáceis, retirem assistências e a jogabilidade torna-se mais interessante sem falar que as recompensas por vencermos as corridas serão maiores.

Vamos ter várias competições para mostrar os nossos dotes e que estão espalhadas pelos seis campeonatos que temos disponíveis. Os campeonatos serão disponibilizados gradualmente e cada um deles terá competições e estilos diferentes para quebrar a monotonia. Dessa forma podemos ter rapidamente um feel dos vários tipos de bólides que estarão disponíveis no jogo bem como das pistas. Mesmo assim, terão outras maneiras de mostrarem os vossos dotes, como o multiplayer.

O multiplayer continua a ser uma das vertentes mais fortes desta série. Continua a ser interessante esfregar na cara dos adversários que somos os reis do asfalto e exibir os nossos carros favoritos no online. A linha entre a competitividade e a comédia é bastante ténue neste jogo, os inícios de corrida são marcados normalmente por uma boa quantidade de caos nas primeiras curvas, mas as voltas seguintes são completamente o oposto com muita competição à mistura. Temos também o modo Rivals que permite que criemos desafios específicos por forma a competirmos com outros jogadores por melhores tempos em condições específicas.

O grafismo sempre foi um ponto muito forte na série e este jogo levanta a fasquia ainda mais. Puxando a potencialidade da consola, o jogo é altamente fluido havendo raríssimas quebras de framerate mesmo em condições adversas como a chuva. O estúdio de uma grande atenção ao detalhe e pontos como uma ligeira neblina num dia de chuva, reflexos do sol que se deita ou até mesmo pó quando saímos da pista, continuam impressionantes. Mesmo assim, existem uns certos pontos onde vemos um certo sacrifício nas pistas a favor da tecnicalidade de aspectos como a iluminação, meteorologia, etc. O som é também fantástico nesta nova edição, como o deslizar dos pneus, choque com outros carros, público.

Existe uma boa quantidade de extras que conseguem embelezar ainda mais o jogo, como as cartas especiais que irão premiar o jogador se certas condições da corrida forem cumpridas, como simplesmente ganhar a corrida ou usar apenas a câmera do cockpit. Temos também várias peças de indumentária para a nossa personagem que serão desbloqueadas gradualmente. Os muito criticados prize crates fazem parte do jogo e dependendo da opinião de cada jogador, estão lá para serem usados. Mesmo assim, estes irão dar-nos prémios aleatórios e que poderão dar tanto cartas básicas como um carro raro.

A Turn10 parece não querer abrandar no que toca a jogos de corrida impressionantes. Forza Motorsport 7 é mais uma prova de que esta série está aqui para ficar e continuará a impressionar os que experimentarem. Os elementos de jogo vai sendo melhorados gradualmente enquanto que o grafismo mostra-se um autêntico mimo para os olhos novamente.

Forza Motorsport 7 é um autêntico “must have” para quem tem uma Xbox One. É divertido, exuberante e obriga-nos quase a debitar umas boas horas para conseguir ter todos os carros que queremos.

Positivo:

  • Inúmeras modalidades e veículos
  • Personalização dos veículos
  • Jogabilidade altamente intuitiva
  • Grafismos e efeitos soberbos…

Negativo:

  • …mas com algum sacrifício nas texturas
  • Loadings