Análise – Disgaea PC

disgaea-pc-analise-review-pn-n_00001

A série Disgaea já faz parte da minha vida há alguns anos, afinal, eu comecei a jogar desde o primeiro. Desde então surgiram mais uma boa resma deles, tanto para a para consolas caseiras como portáteis.

O PC era o único sítio onde Disgaea ainda não tinha visto a luz do dia (ou da noite), mas isso foi agora corrigido com o lançamento de Disgaea PC. Será este um grande começo?

Por agora, já quase toda a gente sabe o que é Disgaea, mas para aqueles que ainda não o jogaram, basicamente, aqui jogam como um Overlord do submundo. Este não é o mais poderoso, mas é dos mais convencidos, apesar da maioria dos seus aliados estarem sempre a tentar matá-lo.

disgaea-pc-analise-review-pn-n_00003

Disgaea PC ganha bastante com o seu humor. Embora Laharl seja irritante na maioria dos momentos, o resto da equipa consegue dizer e fazer coisas realmente hilariantes. A história também tenta existir, mas tentando não fazer sentido, o que é algo não muito comum em videojogos.

Quanto a jogo em si, este funciona como um RPG de estratégia por turnos, onde as personagens movem num sistema de grelha. Existe a possibilidade de atacar com aliados, usar super poderes, transformar Prinnies em bombas de arremeso, entre outras coisas.

Quanto mais o jogo progride, mais diversificados ficam os terrenos de combate, o que também obriga a maior estratégia por parte do jogador. Se forem como eu, vão passar horas inteiras a escolher os melhores cenários para criar combos ou fazer farming.

disgaea-pc-analise-review-pn-n_00002

Infelizmente, a chegada de Disgaea PC ao PC foi marcada por alguns problemas. Alguns utilizadores estão a reportar grandes problemas de fluídez ou de incompatibilidade. De minha parte, apenas tive problemas de framerate. Com alguma pesquisa pela net, fiquei a saber que estava relacionado com o SSAO, que cria alguns problemas quando está ligado.

Apesar de já ter mais de 10 anos em cima, o visual do primeiro Disgaea ainda consegue conquistar. O jogo corre até altas resoluções, o que apenas esborrata um pouco o visual. De resto, os desenhos e arte das personagens continuam a estar actuais. As vozes nem sempre são as melhores, mas para a altura em que foi lançado, já não estava nada mau. A música é sempre divertida e alegre, por isso encaixa que nem uma luva.

Mesmo que não tenha sido a melhor estreia possível para Disgaea PC, o facto de o produto original ser tão bom, merece ser considerado por quem nunca o jogou ou já tem saudades do original.

disgaea-pc-analise-review-pn-n_00005

 

Positivo:

  • Regresso de um clássicopn-recomendado-ana
  • Humor
  • Jogabilidade viciante
  • Novas texturas para o visual
  • PRINNIES!

Negativo:

  • Alguns problemas de apresentação
  • Rato e teclado podia estar mais refinados
  • Certas vozes

pn-muitobom-ana

Daniel Silvestre

Fã de jogos, filmes, anime e coisas do género. Jogo desde que me lembro e adoro RPG. Tenho uma grande colecção deles que tenciono acabar. Talvez um dia no lar da 3ª idade.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebook

Daniel Silvestre

Fã de jogos, filmes, anime e coisas do género. Jogo desde que me lembro e adoro RPG. Tenho uma grande colecção deles que tenciono acabar. Talvez um dia no lar da 3ª idade.