Análise – Dead Nation: Apocalypse Edition

dead-nation-apocalypse-edition-ana-pn_00014

Quando Dead Nation foi lançado originalmente na PS3, acabou por ser um dos jogos da linha PS Plus que saquei, mas acabei por nunca jogar. Porque? A resposta é simples. Zombies, novamente.

Existem jogos de acção com Zombies, jogos com carros que já metem zombies, jogos de puzzle com zombies e até Shooters com Zombies. Os Zombies estão em todo o lado. Onde é que Dead Nation poderia ser diferente? Em pouco e isso consegue ser ao mesmo tempo um ponto positivo e negativo.

dead-nation-apocalypse-edition-ana-pn_00003

Dead Nation: Apocalypse Edition na PS4 é uma versão melhorada e mais apetrechada daquela que foi lançada na PS3. Para quem não o conhece, este é um jogo com vista isómetrica/aérea, com os comandos similares aos shooters do género, ou seja, um analógico controla a movimentação da personagem, enquanto outro a direcção da mira. Tirando a arma principal e o golpe físico, as munições e armas extra são limitadas, de forma a fazer deste um jogo mais “pesado”.

Na campanha escolhem uma de duas personagens (um homem e uma mulher) e partem à caçada. A história está dividida em vários níveis e cada nível em vários postos de controlo, onde podem visitar a loja para melhorar as armas e mudar os equipamentos que conferem novas estatísticas de ataque, defesa e afins.

dead-nation-apocalypse-edition-ana-pn_00015

Os zombies surgem em vários estilos e em diferentes quantidades, incentivando a usar diferentes estilos de armas e abordagens consoante o seu tipo, velocidade e quantidade. Podem usa também o cenário que engloba vários objectos que podem ser destruídos para ajudar a limpar ainda mais zombies.

Além da campanha, existe ainda o modo de missões onde sobrevivem a várias passagens pelo mesmo estilo de cenário com a dificuldade a crescer de forma sistemática. É um bom desafio e a presença de um multiplicador de pontos é uma boa forma de incentivar a continuar a jogar e repetir este modo, não só contra os zombies, mas também contra o contador de tempo.

dead-nation-apocalypse-edition-ana-pn_00007

A melhor parte de Dead Nation: Apocalypse Edition passa pela possibilidade de jogar tudo isto com um amigo, tornando o jogo numa actividade ainda mais divertida. Este pode juntar-se tanto a nível local como online, para ajudar em qualquer um dos modos.

No que toca a novidades Next-Gen, a Climax Studios acabou por melhorar ligeiramente o visual de Dead Nation: Apocalypse Edition, que agora mostra um pormenor um pouco mais interessante, assim como uns efeitos de luz bem mais bonitos que são oferecidos especialmente pela lanterna da personagem. Não é dos jogos que mais puxe pela PS4, mas também não o tenta fazer.

dead-nation-apocalypse-edition-ana-pn_00012

Outra novidade é um modo de dificuldade extra em que podem transmitir o vosso jogo através do vídeo Share da PS4, e os espectadores podem votar na quantidade de Zombies que vão aparecendo. É uma ferramenta engaçada que faz com que o jogo pareça um concurso mórbido de televisão ao estilo do que se pode ver em muitos filmes.

Mesmo usando um sistema de jogo já aprimorado, Dead Nation: Apocalypse Edition ainda consegue ser algo impreciso na sua jogabilidade. Apontar e disparar em sintonia por vezes leva a que desviem a mira ligeiramente, o que pode ser a morte do artista. Armas que disparem poucas balas de cada vez são as que sofrem mais com este problema.

dead-nation-apocalypse-edition-ana-pn_00005

Outro problema é por vezes a distância a que a câmara fica da personagem, o que complica a função de perceber a real distância entre a nossa personagem e um zombie na altura de o atacar com um golpe físico. Noutras ocasiões, a posição da câmara não permite ver um inimigo que se aproxima pelas costas e que consegue retirar mais de metade da vida antes que seja possível dar resposta.

Embora seja divertido e viciante, Dead Nation: Apocalypse Edition na PS4 não é mais do que uma boa opção para passar o tempo. Não é aquele jogo que fique na memória ou que tome o lugar de outro jogo de maior produção, mas é bom para passar umas horas despreocupadas a matar zombies com um amigo. Se têm uma PS4 e PS Plus, então é obrigatório sacar.

Positivo:

  • Desafiante e viciante
  • Podem jogar com um amigo
  • Modo televisivo é uma boa ideia
  • Bom modo arcade por níveis
  • Está disponível no PS Plus este mês

Negativo:

  • Apontar e disparar por vezes falha com armas lentas
  • Câmara é um inimigo
  • Não evoluiu muito visualmente
  • Repetitivo em longas sessões
  • Limitado a duas pessoas apenas

pn-bom-ana

Daniel Silvestre

Fã de jogos, filmes, anime e coisas do género. Jogo desde que me lembro e adoro RPG. Tenho uma grande colecção deles que tenciono acabar. Talvez um dia no lar da 3ª idade.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebook

Share

You may also like...