Análise – Castlevania: Lords of Shadow – Mirror of Fate HD

castlevania-lords-of-shadow-mirror-of-fate-hd-rev-top-pn

A Konami está a ter um excelente sucesso com a série Lords of Shadow da sua muito conhecida marca, Castlevania. Para complementar esta nova etapa, foi lançada uma versão portátil desta nova série e que chegou apenas à Nintendo 3DS. Castlevania: Lords of Shadow – Mirror of Fate é o jogo, e contou com uma jogabilidade mais ao estilo clássico e misturando um pocuo o muito conhecido género Metroidvania. O jogo teve um bom sucesso na portátil da Nintendo e não demorou muito tempo até que uma versão HD para as consolas caseiras visse a luz do dia.

Eis então Castlevania: Lords of Shadow – Mirror of Fate HD, uma versão que chega à Xbox 360 e PS3 por forma a que chegue a um público mais amplo. Para além do update gráfico que foi feito quando comparado com a versão 3DS, a Konami tomou outras decisões dentro do jogo que simplificam ainda mais o jogo. Vamos então descobrir em maior detalhe o que traz esta versão HD.

castlevania-lords-of-shadow-mirror-of-fate-hd-rev-2-pn

Castlevania: Lords of Shadow – Mirror of Fate HD conta a história de Simon Belmont e a sua vontade em vingar a morte da sua família. Isso irá leva-lo a um castelo onde se encontra Dracula e fará de tudo para se vingar e acabar com o mal que existe no castelo de Dracula. A história será também repartida com Trevor Belmont bem como o muito conhecido da série Alucard.

castlevania-lords-of-shadow-mirror-of-fate-hd-rev-1-pn

Ao contrário do primeiro Lords of Shadow, Mirror of Fate puxa por um género denominado pelos fãs de nome Metroidvania. Este baseia-se num jogo de exploração, plataformas e acção com uma visão na horizontal. Grande parte da jogabilidade centra-se na exploração do cenário e o desbloquear de novas zonas e isso é auxiliado com o mapa que aparece no canto superior direto do ecrã. Este mapa que se baseia em quadrados, mostra as várias zonas que já percorremos e possui algumas nuances que mostram sítios com passagens escondidas ou até pouco perceptíveis.

Exploração é o tema chave deste jogo e o mapa será o nosso guia desta nossa demanda. É uma tarefa bastante recompensadora e apelativa termos que explorar o cenário ao máximo para ter a certeza que vasculhamos todos os recantos em busca de uma saída, e por vezes estas não estão nos sítios mais óbvios. Este vasculhar pelos recantos levam-nos a voltar muitas vezes atrás no cenário, até porque existem muitas zonas inacessíveis porque não temos uma arma especial ou até habilidade que nos leva lá.

Quando comparado com o já menciona Symphony of the Night, Mirror of Fate não oferece tanta liberdade naquilo que podemos explorar. Infelizmente estamos cingidos a um cenário mais fechado e linear do que propriamente vasto e que dá a sensação de não ter fim. Isso não é todo mau, até porque a narrativa depende um pouco dessa linearidade e mesmo com esta limitação, podemos ficar bloqueados em algumas zonas.

Mirror of Fate é um jogo de acção onde o nosso chicote é o ponto fundamental. Vamos ter que saltar, rebolar, resolver alguns puzzles e fazer certas acrobacias, mas o chicote vai ser das habilidades mais usadas. Para além de atacarmos os inimigos com ataques simples ou combos que vamos desbloqueando sempre que subimos de nívels, vamos também usá-los para chegar a certas zonas inacessíveis e até auxiliar-nos noutras situações. Também temos à nossa disposição mais habilidades especiais que nos são úteis tanto em combate como na resolução de puzzle.

castlevania-lords-of-shadow-mirror-of-fate-hd-rev-3-pn

No que toca ao grafismo, Mirror of Fate é uma port com algumas melhorias. Nota-se claramente no grafismo que o jogo veio de uma consola inferior mas mesmo assim não é um grande impeditivo. As texturas e modelos receberam algumas melhorias bem como as cinemáticas, mas quando a câmera aproxima em certas zonas vemos que nem todos os remendos resultaram. Já a música continua intocada e espectacular, também não era necessário.

Castlevania: Lords of Shadow – Mirror of Fate HD é uma versão que fica quase lado a lado com a versão 3DS. Infelizmente o grafismo não ajuda muito, mas isso não é um impeditivo na jogabilidade. No jogo em si, esperava mais liberdade e uma cenário bem maior. Não deixa de ser uma boa compra.

Positivo:

  • Acção excelente
  • Mistura entre o estilo Metroidvania e aspectos clássicos da série
  • Enredo interessante
  • Sonoplastia e banda sonora
  • Vários extras desta versão
  • Boa port

Negativo:

  • Dificuldade podia ser mais acentuada
  • Progressão algo linear

pn-bom-ana

Daniel Silvestre

Fã de jogos, filmes, anime e coisas do género. Jogo desde que me lembro e adoro RPG. Tenho uma grande colecção deles que tenciono acabar. Talvez um dia no lar da 3ª idade.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebook

Share

You may also like...