Análise – Baccano! (Vol. 6 – 7)

  • Volume: 5 – 7
  • Géneros: Acção, Comédia, Drama, Histórico, Horror, Mistério, Psicológico, Romance, Supernatural
  • Publicadora JPN: Media Works ; Dengeki Bunko Magazine
  • Publicadora ING: Yen Press
  • Formato: Light Novel

Enquanto que o 5º volume de Baccano! deu-nos um olhar sobre o futuro/presente da sua história e personagens, Ryohgo Narita decide regressar aos anos 30 com o sexto volume, “<First> The Slash -Cloudy to Rain-“ e o sétimo volume, “<Last> The Slash -Bloody to Fair-“, que desta vez não foca-se nos protagonistas da série mas sim em personagens secundárias.

Se existe algo que este volume consegue provar é que Baccano! está no seu melhor quando tem lugar durante esta época e com as habituais peripécias das personagens a criarem uma grande confusão na vida de outras. Apresentando assim mais dois volumes que seguem a história de vários grupos que acabam por se encontrar quer por coincidência ou por obra do destino.

 

SINOPSE (Vol. 6)

The Year 1933. A storm is brewing in New York City as tensions rise among the families.

 

When Jacuzzi Splot and his gang are spotted operating on the Gandor Family’s turf, Luck Gandor employs a young woman named Maria to protect their family’s “negotiator”, Tick Jefferson.

 

Maria with her katana and Tick with his scissors-they’re a well-suited duo who love to cute people. However, their violence only spawns more violence. Meanwhile, by the Hudson River, a group of immortal called Larva finds someone new to add to their ranks.

 

The events from the last three years are about to catch up with a particual immortal from the Martillo Family…

 

 

Enquanto que estes dois volumes acabam por dar a vez a várias personagens secundárias, pode-se dizer que Tick e Maria são as personagens centrais desta história, apesar de o foco da mesma ser a situação que o grupo de Jacuzzi acabou por criar com os mais variados individuais. Este volume pega em personagens que até agora eram desconhecidas e dá-lhes vida através desta história dividida em duas partes, bem como a personagens que regressam após uma longa ausência e também novas introduções que irão ser importantes para o futuro.

O sexto volume começa com a típica situação de Baccano! onde as nossas personagens encaminham-se com um objectivo em mente até que as acções de terceiros estragam os planos todos, acabando no típico “stand-off” entre personagens que conhecem-se, as que não sabem o que está a acontecer nem quem está presente e também o habitual par que vive no seu próprio planeta. O objectivo deste volume não é o confronto entre as personagens envolvidas mas sim a exploração das mesmas, desde o seu passado até às suas ambições no presente e para o futuro.

Por sua vez o sétimo volume apresenta novas personagens que preparam o terreno para histórias que irão ter lugar no futuro, histórias estas que poderão envolver as personagens principais de Baccano! ao invés destas secundárias. Mas como a vida é cheia de encontros e desencontros, o sétimo volume de Baccano! oferece os tão esperados confrontos que o sexto volume prometeu e não chegou a oferecer, acabando por superar todas as expectativas possíveis.

Tick e Maria não são as únicas personagens que estão destaque neste volume, apesar de ambos serem quem mais desenvolvimento recebe existem outras personagens familiares que avançam com a sua história ao pouco e pouco durante este evento, sendo o suficiente para satisfazer os fãs e ao mesmo tempo deixar uma porta aberta para continuar com a história das mesmas. Ambos os volumes fazem um bom trabalho ao darem o foco suficiente a cada personagem que está envolvida neste evento sem chegar a ser em demasia ou em falta.

Baccano! pode ser na sua maioria várias história com aventuras e desventuras, e em grande parte um conjunto de coincidências que resultam nos contos mais interessantes de sempre. Mas algo que este volume prova é que para além de a série estar em alta quando o caos e a confusão estão a pairar sobre as personagens, é que Ryohgo Narita também sabe destacar as personagens secundárias da sua história como se fossem o foco principal da série. E com um elenco tão grande as oportunidades para mais situações memoráveis apenas irão crescer à medida que estas vão sendo desenvolvidas com as próximas histórias.

Mathias Marques

Editor oficial desde Agosto 2014 Para além de videojogos também gosto de anime. Podem ver-me a apregoar sobre ambos os assuntos no site em forma de notícia, artigo ou análise. Tenho a sorte de encontrar momentos parvos enquanto estou a jogar, ou de os criar eu mesmo.

More Posts

Follow Me:
TwitterYouTube

Mathias Marques

Editor oficial desde Agosto 2014 Para além de videojogos também gosto de anime. Podem ver-me a apregoar sobre ambos os assuntos no site em forma de notícia, artigo ou análise. Tenho a sorte de encontrar momentos parvos enquanto estou a jogar, ou de os criar eu mesmo.