Análise – Baccano! (Vol. 4)

  • Volume: 4
  • Géneros: Acção, Comédia, Drama, Histórico, Horror, Mistério, Psicológico, Romance, supernatural
  • Publicadora JP: Media Works ; Dengeki Bunko Magazine
  • Publicadora ING: Yen Press
  • Formato: Light Novel

A pouco e pouco estamos a aproximar-nos do ponto de paragem do anime. Até lá ainda falta um par de volumes, mas lentamente a light novel tem vindo a conquistar-me mais que o anime.

Caso tenham lido a análise que fiz aos volumes 2 e 3 que retratam os eventos que aconteceram no comboio transcontinental Flying Pussyfoot, acabei por referir que gostei muito mais desse evento na light novel do que na adaptação a anime. Baseando essa opinião no facto de o anime ter dividido a história dos vários volumes entre cada episódio, mas também em como Ryogo Narita conseguiu fazer com que um evento como o dos volumes 2 e 3 fosse tão fácil de se perceber.

SINOPSE

The year 1932.

The Alchemist Begg believed the drugs he created would guide people to the highest plane of existence.

Drugs from which the junkie Roy can’t break free.

Drugs which the Runorata Family executive lost to a thief.

And where were those packets of white powder manufactured? The young girl Eve is about to discover her family’s true colors.

Trouble stirs in the city that never sleeps as fate links them together like a chain of falling dominos…

 

Tenho a dizer que o 4º volume de Baccano!, “Drug & The Dominos” conseguiu superar as minhas expectativas, fazendo-me dizer “Sim o anime é excelente, mas a light novel é bem melhor.”. Isto porque este volume foi censurado no que toca ao anime.

Se bem se lembram da minha análise à adaptação a anime de Baccano! então devem lembrar-se que uma das minhas queixas foi a história de Eve Genoard, que era fraca, sem ter imensa força nem uma conclusão em modos, já para não falar da personagem que não era a melhor do anime. Felizmente isso é bem diferente no material original.

Acontece que tal como já disse, a história do 4º volume “Drug & The Dominos” não recebeu exactamente uma adaptação fiel. Pois existe muito mais para além da história de Eve à procura do seu irmão Dallas. Contando Eve como sendo uma facção desta história, existem outras 4 facções que são importantes para os acontecimentos desta história. A família mafiosa dos Gandor Brothers, a família Ruronata, a empresa que publica um jornal e que ao mesmo tempo vende e compra informação, e Roy Maddock, uma personagem que não apareceu no anime.

Roy Maddock não é a única personagem “nova” que não chegou a aparecer no anime, mas todas as outras que não apareceram estão de certa forma envolvidas na história de Roy. Que basicamente é uma pessoa extremamente susceptível a drogas mas que não as consegue deixar. E como já puderam reparar, as drogas são uma parte importante desta história (e talvez o principal motivo de ter sido censurado no anime) e vai ser este o primeiro dominó que vai derrubar todos os outros.

Como é habitual no mundo de Banano! todas as personagens mais tarde ou mais cedo acabam por ser envolver umas com as outras devido a um ponto comum. E o climax deste volume é um dos melhores até agora, não só a história se manteve interessante durante todo o tempo, como no seu ponto mais alto apenas continuava a deixar-me ainda mais entusiasmado. Dando bom uso às suas personagens e situações criadas e concluído a história de forma satisfatória, oferecendo tanto uma conclusão como um novo início para estas personagens.

O 4º volume de Baccano!, “Drug & The Dominos” é a razão definitiva para quem viu o anime pegar na light novel. Fazendo muito mais com duas mãos cheias de personagens num só volume o que outras história fazem com metade em cinco.

 

  • r2

    inb4 Bacano jokes xD