Análise – Atelier Escha & Logy Plus: Alchemists of the Dusk Sky

atelier-escha-e-logy-alchemists-of-the-dusk-sky-plus-analise-review-pn_00008

A série Atelier está e regresso e desta vez, com mais um remaster destinado à PS Vita. Depois da sua passagem pela PS3, Atelier Escha & Logy: Alchemists of the Dusk Sky passa agora pela portátil em versão Plus.

Curiosamente, este foi um dos episódios que me passou ao lado no seu formato original, por isso estava bastante interessado em jogar esta versão e ver a origem do Anime que foi lançado há algum tempo.

atelier-escha-e-logy-alchemists-of-the-dusk-sky-plus-analise-review-pn_00007

Atelier Escha & Logy Plus: Alchemists of the Dusk Sky conta a história de dois alquimistas, Escha e Logix (Logy), que vão trabalhar para o governo na aldeia de Colset. Ela é energética e brilhante, ele é reservado e hábil, o que resulta num mix entre personagens típicas dos RPG.

Mesmo que a história esteja longe de ser a melhor da saga, as personagens são o que fazem com que o enredo fique melhor. É verdade que falam durante mais tempo do que deviam em certos casos e alguns diálogos são forçados na direcção de criar momentos que colocam as personagens em situações embaraçosas.

atelier-escha-e-logy-alchemists-of-the-dusk-sky-plus-analise-review-pn_00006

Tal como os outros episódios da saga, Atelier Escha & Logy Plus: Alchemists of the Dusk Sky é um misto realização de missões e colheita de objectos, com exploração de áreas e combate ao estilo de um RPG por turnos clássico.

Curiosamente, Atelier Escha & Logy Plus: Alchemists of the Dusk Sky é bem capaz de ser o Atelier mais fácil de começar a jogar e com algumas das mecânicas mais fáceis de aprender. As missões parecem bem mais simples e acessíveis do que é costume, com tudo a parece bem doseado. Os veteranos vão sentir que é o mais brando de todos até agora, mas é também o melhor para os iniciados.

atelier-escha-e-logy-alchemists-of-the-dusk-sky-plus-analise-review-pn_00003

Em termos de combate, podem contar com um sistema por turnos, recheado de algumas nuances, como utilização de items, e sistema de Suporte, onde as personagens da equipa podem até ajudar nos ataques ou habilidades durante o turno dos colegas. O combate é bastante dinâmico e um dos melhores exemplos recentes dentro do género.

Tendo em conta todo o conteúdo do jogo, podem contar com várias dezenas de horas de duração, embora passem uma boa porção delas a realizar tarefas mais aborrecidas ou a coleccionar objectos banais para criar receitas no pote de alquimia. A alquímia surge aqui também menos complicada/exigente, mas continua a ser prejudicada em certa forma pelos tempos limite típicos da série.

atelier-escha-e-logy-alchemists-of-the-dusk-sky-plus-analise-review-pn_00002

Em termos visuais, Atelier Escha & Logy Plus: Alchemists of the Dusk Sky é um jogo bastante bonito, mesmo que não esteja ao mesmo nível do que estava na PS3. Os modelos são um pouco menos detalhados e é notório vários abrandamentos na fluídez quando estão a explorar nos cenários. Felizmente, a fluídez recupera durante os combates.

Sonoramente, podem contar com uma boa banda sonora, com uma escolha eclética entre jazz, melodias calmas e músicas orquestrais. As vozes em inglês estão boas q.b., mas caso não sejam da vossa preferência, podem sempre jogar com elas em japonês.

atelier-escha-e-logy-alchemists-of-the-dusk-sky-plus-analise-review-pn_00004

Sendo uma versão Plus, podem contar com alguns extras que foram lançados por DLC na primeira versão. Desde vários fatos que podem escolher, a missões alternativas, bosses e até uma personagem extra. São todos conteúdos que são adicionados de forma gratuita, por isso são bons extras.

Atelier Escha & Logy Plus: Alchemists of the Dusk Sky não é o melhor jogo da série, e a versão da PS Vita não é de todo a melhor em termos de prestação de fluídez, no entanto, continua a ser um grande jogo e um grande RPG para jogar em viagem.

atelier-escha-e-logy-alchemists-of-the-dusk-sky-plus-analise-review-pn_00001

Positivo:

  • Visual colorido e bonito na PS Vita
  • Sistema de combate
  • Adição de conteúdos extra
  • Personagens engraçadas
  • Boa banda sonora

Negativo:

  • Alguns problemas de fluídez
  • Por vezes parece demasiado fácil
  • Muitas missões são filler apenas

pn-muitobom-ana

Daniel Silvestre

Fã de jogos, filmes, anime e coisas do género. Jogo desde que me lembro e adoro RPG. Tenho uma grande colecção deles que tenciono acabar. Talvez um dia no lar da 3ª idade.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebook

Share

You may also like...