2016 – Terá sido este um bom ou mau ano, afinal?

Estamos a entrar na contagem final para 2017, e com isso vêm aquelas perguntas do costume — terá sido este um bom ou mau ano? Com tanta coisa à mistura,  eu não consigo responder com certeza.

Sim, morreram bastantes pessoas icónicas e que deixaram um grande marco no mundo, mas hey, tivemos The Last Guardian, Pokémon e Final Fantasy XV no mesmo ano! (E Steins;Gate 0!!!!)

No que toca a jogos, penso que foi um bom ano. Saíram muitos jogos bons, outros excelentes, outros dos quais já aguardávamos há muito. Se poderia ter sido melhor? Penso que sim, há sempre algo que poderia ter sido melhor, mas isso já é normal (o ser humano tende sempre a não se contentar com o que é bom e querer algo melhor ou mais).

No entanto, posso dizer que me sinto satisfeita. Ainda não toquei em Steins;Gate 0 nem em Final Fantasy XV, mas planeio fazê-lo nos próximos dias. Logo veremos se estarão no meu top 5 de jogos do ano.

Quanto a anime, houve pelo menos uns cinco que me surpreenderam bastante pela positiva e merecem ser mencionados. Mesmo assim, continuo à espera da adaptação de Steins;Gate 0 (bem posso esperar sentada).

E vocês, o que acharam deste 2016? Podem deixar a vossa opinião na zona de comentários.

Adriana Silva

Fã de videojogos, especialmente RPGs, Visual Novels e jogos de ritmo.
Gosto de anime, light novels e séries de televisão.
Devido à escolha de Steins;Gate, vim parar a esta linha temporal.
Cosplayer de coração, aspiro ser uma grande treinadora de Pokémon. (pelo menos melhor que o Ash…) Se isso não der certo, contento-me com governar Hyrule ao lado do Link.

More Posts - Website

Adriana Silva

Fã de videojogos, especialmente RPGs, Visual Novels e jogos de ritmo.
Gosto de anime, light novels e séries de televisão.
Devido à escolha de Steins;Gate, vim parar a esta linha temporal.
Cosplayer de coração, aspiro ser uma grande treinadora de Pokémon. (pelo menos melhor que o Ash…) Se isso não der certo, contento-me com governar Hyrule ao lado do Link.

  • Marcupial

    Uma coisa é certa ninguém se pode queixar de remasterizações, porque essas não faltaram