2013 – Os resultados do box-office português no primeiro semestre

 

O Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA) disponibilizou os resultados do primeiro semestre do box-office português. Portugal é uma gota de água na realidade económica cinematográfica mundial, mas é interessante apurar as oscilações, vontades e caprichos de quem visita uma sala de cinema em Portugal. Em primeiro lugar, comparando com o período homólogo de anos anteriores, há menos espectadores nas salas de cinema e a tendência é continuar a diminuir. O primeiro semestre de 2013 teve 5,5 milhões de espectadores, menos do que em 2012 (6,1 milhões), 2011 (7,4 milhões) e 2010 (7,8 milhões). Menor qualidade dos filmes? Improvável. É possível que a pirataria e a crise financeira obriguem o espectador casual a pensar duas vezes antes de ir ao cinema.

O top3 dos filmes portugueses mais vistos é liderado pela co-produção Comboio Noturno Para Lisboa, visto por 58 mil espectadores, seguido pelo thriller policial O Bairro (5 mil espectadores só no fim-de-semana de estreia) e pela Quarta Divisão, com 4.900 espectadores.

Em relação aos filmes mais vistos, Velocidade Furiosa 6 arrastou 415 mil espectadores às salas de cinema, deixando o segundo classificado, A Ressaca Parte 3, a léguas de distância, com 270 mil de espectadores. O pódio é fechado pelos simpáticos Croods, com 263 mil de espectadores. O filme mais visto do ano em todo o mundo, Iron Man 3, ficou em sexto lugar na tabela portuguesa, com 180.634 espectadores, atrás de O Impossível (4º Lugar) e Django Libertado (5º Lugar). Star Trek Além da Escuridão, o novo filme de J.J. Abrams, não foi além do 39º lugar da tabela, com 53.985 espectadores. Será que o “tuga” não aprecia ficção científica?

Share

You may also like...