12 Monkeys T1-2 – Análise

Baseado num filme de 1995 homónimo esta série conta como o que resta da humanidade em 2044 tenta modificar os eventos do passado para que uma terrível praga que mata 99% dos humanos em 2015 não aconteça. Para tal vão recorrer a viagens no tempo ou splinter como lhe chamam nesta série. 12 Monkeys começa com o pé certo mas rapidamente tropeça e a 1ª temporada está recheada de episódios pelos quais não nos vamos sentir atraídos, ainda assim existem vários momentos espalhados pelos vários episódios que valem bem a pena.

Estão confusos, não é verdade? Afinal de contas são bons episódios ou maus? A resposta não é simples, é um daqueles casos em que cada vez que a acção começa a ficar aborrecida atiram-nos com uma cena que nos volta a agarrar. Mas a verdade é que isso só resulta durante um determinado tempo e não fossem os últimos episódios da primeira temporada a mudarem radicalmente o tom, talvez não estivesse hoje a fazer uma análise a esta série.

Durante a primeira temporada somos apresentados a várias personagens que vão sendo trabalhadas e que mudam as suas atitudes durante os 13 episódios pela qual é composta: no centro temos um trio que é formado pela personagem principal, James Cole que é o responsável pela missão de parar o vírus de ser disseminado; Cassandra Railly uma doutora no presente que actua como parceira de Cole durante os segmentos no nosso presente; Ramse o grande amigo de Cole também do futuro e que tem uma das personagens mais bem trabalhadas da série ainda que durante a primeira temporada seja mais uma personagem irritante durante a maioria do tempo. Estes três fazem o núcleo principal da série, ainda que a história da mesma atribua bastante importância a personagens secundárias pelos seus feitos como é o caso de Katarina Jones que é a pioneira no que diz respeito à invenção nas viagens no tempo e detentora da missão para salvar a humanidade e pessoalmente é uma personagem que eu adoro. Quanto a vilões temos o Army of the 12 Monkeys que são tudo menos 12, pelo menos até agora, dentro deste exército existem várias personagens que tomam a dianteira e a maioria é enigmática enquanto que todos conseguem ser uns grandes “sacanas” para não dizer algo que não posso aqui.

A história da 1ª temporada tem como intuito parar a praga e fazer com que este “mau futuro” seja substituído por um futuro risonho, mas todos sabemos que se existe uma segunda temporada, isso não aconteceu. Na segunda temporada existe uma dinâmica diferente entre as várias personagens, inimigos que se tornam estranhos aliados, personagens que têm uma evolução muito mais acentuada, e até personagens que nos surpreendem quando pensávamos que já sabíamos tudo sobre elas. Agora Cassandra Railly faz parte do grupo de viajantes no tempo e não me posso pronunciar sobre a maioria das personagens ou estaria a fazer spoilers. Ainda assim uma das personagens que mais me surpreendeu e que posso falar sobre a mesma é Jennifer que se mostra como uma das melhores personagens da série.

Em termos de história a segunda temporada desenvolve o enredo mais a fundo, explica grande parte daquilo que nos era um mistério e nos fazia sentir perdidos, e como um todo é uma daquelas temporadas em que se for possível só apetece ver todos os episódios de seguida. Na minha opinião a segunda temporada é muito melhor do que a primeira e deixou-me com água na boca para a terceira temporada que já foi confirmada para estrear em 2017.

12 Monkeys tem uma atenção especial ao guarda-roupa assim como aos cenários de época, todos os cenários se mantêm coesos e como um todo é bastante credível. Onde as coisas podem falhar um pouco é no departamento dos efeitos especiais, na sua grande maioria desde os paradoxos até às explosões é bastante sólido, no entanto perto do fim da segunda temporada o guião exige várias cenas em volta de algo que realmente necessita de um grande esforço por parte do cgi e facilmente olhamos para essas cenas e a realidade é quebrada, é aquele tipo de trabalho que temos de semicerrar os olhos para fingir que é real. Não é nada que realmente destrua a série, é apenas esquisito.

12 monkeys pn ana 2

12 Monkeys é uma série que se pode gabar de não conter os infames erros de argumentos com viagens no tempo onde as incoerências se começam a amontoar, pelo menos daquilo que vi não encontrei nenhuma. É uma série que apesar de ter uma primeira temporada que custa a mastigar tem uma segunda temporada excelente, no entanto apenas é recomendável para quem goste de ficção científica, caso contrário esta não é uma série para vocês. Como um todo estas duas temporadas de 12 Monkeys  acabaram por ser um dos meus passatempos favoritos e eu cá espero pela terceira temporada, já que a segunda me conseguiu surpreender até ao final.

Positivo

  • Boas personagens
  • Bom guarda-roupa e cenário
  • Viagens no tempo bem executadas
  • História evoluí bastante bem
  • Vilões são interessantes…

Negativo

  • … mas alguns são extremamente irritantes
  • Alguns efeitos de CGI questionáveis

pn-muito-bom-2016-3

Alexandre Barbosa

Também conhecido como Tylarth, sou um grande fã de videojogos no geral e séries de TV.

More Posts

Alexandre Barbosa

Também conhecido como Tylarth, sou um grande fã de videojogos no geral e séries de TV.

  • Frederico Nery

    Jennifer Goines é também a minha personagem favorita. A actriz está a fazer um excelente trabalho. Quanto à série, gosto de ver, curto imenso viagens no tempo. Recomendo a série para quem quer passar um bom bocado em frente à tv ou ao pc ou tablet.